BENFICA SAI IMPUNE DE INCIDENTE POLÉMICO COM ADEPTA DO SPORTING
Tribunal Arbitral do Desporto voltou atrás com a decisão, considerando ser complicado de provar que tenha existido qualquer tipo de “agressão”
Redação Leonino
Texto
22 de Maio 2024, 14:44
Sporting, Adeptos

Na passada terça-feira, dia 21 de maio, o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) anulou a multa que rondava os 6.324 euros aplicada ao Benfica, na sequência do roubo de um cachecol do Sporting a uma adepta dos leões em novembro de 2023.

A decisão de voltar atrás, com a decisão tomada pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol em fevereiro de 2024, foi fundamentada com base nas imagens disponibilizadas do momento, e, que, segundo os juízes do TAD, não é possível atestar “a sequência de acontecimento e que tenha de facto existido qualquer agressão e muito menos que as fotos correspondam às mesmas pessoas”.

“Nas fotografias junto ao vídeo, não se consegue retirar ato ou atos agressivos relativamente à adepta do Sporting antes o que parecem atitudes pacíficas. Na outra fotografia nem se pode ter a certeza que esteja em causa a mesma adepta do Sporting por impossibilidade de identificação”, pode ler-se no acórdão.

Sendo ainda salientado que as imagens deixam dúvidas quanto à localização da referida adepta: “A adepta estava nas escadas de acesso aos lugares de bancada, local que, como se sabe, não é permitida a presença de espectadores por questões de segurança. Pode-se questionar se retirar um cachecol do pescoço de outrem será considerado uma conduta lesiva da integridade física. Abstratamente é evidente que sim. No caso em concreto não existindo qualquer prova que mais consubstancie os factos que são apontados à Demandante (Benfica) não vemos ser possível de assentar em qualquer facto passível de preencher o tipo objetivo da infração em causa. Fica prejudicada a análise sobre as restantes questões suscitadas, tornando-se assim inútil apreciar a restante matéria invocada”.

Recorde-se que o incidente teve lugar no dia 12 de novembro, no duelo entre o Sporting e o Benfica, do qual os leões sairam derrotados (2-1). Na altura, foi noticiado que no final do jogo, alguns adeptos das águias dirigiram-se à adepta verde e branca, empurrando-a e arrancando-lhe o cachecol. E, até mesmo o chefe da claque do Clube de Alvalade, Mustafa, havia se pronunciado nas redes sociais, quanto à situação: “Não me passou ao lado e tudo farei para que não voltes a ver um jogo sozinha. Leões e leoas caminham juntos sempre a defender as nossas cores. Sporting sempre”.

  Comentários