COM ARBITRAGEM POLÉMICA, MARCELO REBELO DE SOUSA DIRIGE-SE A PINTO DA COSTA DEPOIS DO SPORTING – PORTO
Presidente da República dirigiu-se ao agora ex-líder dos dragões após a final da Taça de Portugal
Redação Leonino
Texto
27 de Maio 2024, 12:24
Pinto da Costa, Sporting, Porto, Frederico Varandas, Marcelo Rebelo de Sousa

Após o apito final no Jamor, em partida válida para a final da Taça de Portugal, na qual o Porto venceu o Sporting por 2-1 (a.p.), até o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, fez questão de comentar o confronto, considerando que foi “um grande jogo”, fazendo ainda questão de destacar a despedida de Pinto da Costa, após 42 anos no cargo de presidente dos azuis e brancos.

“Acho que foi todo ele muito bom, no sentido em que duas grandes equipas, frente a frente… um grande jogo, grande na ascensão, grande na emoção, grande na entrega das duas equipas e tivemos, por um lado, o campeão nacional e por outro o campeão da Taça de Portugal. (…) São 42 anos de futebol e Pinto da Costa encerra isso com a vitória na Taça de Portugal”, declarou o Presidente da República aos jornalistas.

Marcelo Rebelo de Sousa também gostou de ver o momento entre André Villas-Boas e Pinto da Costa, que juntos celebraram o primeiro título de um e o último de outro: “Aquilo que vai ficar é o lado bom e o lado bom é o seguinte… o Pinto da Costa colocou o Porto num plano onde já estavam duas equipas, o Benfica e o Sporting (…) Por outro lado, proporcionou que muitos jogadores do Porto nas seleções nacionais contribuíssem para o prestígio de Portugal e é isso que fica. Fica o ser Portugal, que não é só Lisboa, que passou a ser para além de Lisboa, em termos de futebol, com Pinto da Costa, e Portugal como um todo acaba por ganhar com isso”, afirmou, destacando ainda o abraço entre os dois dirigentes dos dragões.

“Além dos aspetos como nas vidas das pessoas e nas vidas das instituições, há uns mais felizes e uns menos felizes, mas é uma maneira muito bonita de terminar. Ver dois presidentes, um que sai e um que entra, abraçados, num momento em que aquele que sai, sai com a vitória na Taça de Portugal”, concluiu.

Com esta derrota, a sexta em 54 encontros na presente temporada -, o Sporting não consegue juntar a Taça ao título de Campeão. Os leões procuravam erguer a prova rainha pela 18.ª vez. A última conquista aconteceu em 2018/19, sob comando técnico de Marcel Keizer.

  Comentários