"DESEJAMOS QUE ELE POSSA SABER QUE EXISTIMOS": DIEGO ACEVEDO SONHA COM RECONHECIMENTO DE CRAQUE DO SPORTING
Futebolista dos leões é ídolo fora de Portugal pelas exibições e respeito que tem vindo a ganhar em Alvalade
Redação Leonino
Texto
28 de Março 2024, 15:16
Viktor Gyokeres, Gonçalo Inácio, Sebastián Coates, Eduardo Quaresma, Morten Hjulmand, Nuno Santos, Francisco Trincão, Pedro Gonçalves, Sporting, Vizela

Em Montevidéu, no Uruguai, Fabio Marzol, de 35 anos, e outros amigos que competiam pelo Huracán na Liga América de futebol amador, resolveram abandonar um torneio sem restrições de idade, dado que já se tornava demasiado difícil para eles competir com os mais jovens.  Assim, a transição para a Liga Celeste, reservada a maiores de 30 anos, foi natural, e no momento de escolher o nome para o novo projeto, Fabio partilhou uma ideia que há muito guardava, criando o Sporting Uruguai. Naturalmente, são fãs de Sebastián Coates.

“Desejamos que ele possa saber que existimos. Adoro que ele seja capitão desse clube tão lindo”, diz Diego Acevedo, de 31 anos, que é fã do ‘camisola 4’ de Rúben Amorim em Alvalade e, profissionalmente, trabalha em produção televisiva.

Seba é ídolo não só do povo uruguaio, como dos adeptos do Sporting, tendo passado a capitão depois do ataque à Academia Cristiano Ronaldo. O central, além de não ter rescindido, passou por um período difícil, mas deu a volta por cima sendo o melhor jogador do campeonato, na época do título dos leões.

Esta temporada, Sebastián Coates – avaliado em 4 milhões de euros – leva 2.252 minutos, ao longo de 34 encontros disputados: 21  na Liga Portugal Betclic (1.622), sete na Liga Europa (504), quatro na Taça de Portugal (287) e dois na Taça da Liga (86). Ao todo, no tempo em que esteve dentro das quatro linhas, o capitão do Sporting marcou seis golos e fez uma assistência.

Desde que chegou aos leões, em janeiro de 2016, oriundo do Sunderland, Sebastián Coates realizou 359 jogos de leão ao peito, tendo, ao todo, 37 golos, 10 assistências e sete títulos: um Campeonato Nacional (2020/21), uma Supertaça Cândido de Oliveira (2021/22), uma Taça de Portugal (2018/19) e quatro Taças da Liga (2017/18, 2018/19, 2020/21 e 2021/22).

Imagem de destaque
  Comentários