"É COMO UM IRMÃO PARA MIM": NUNO SANTOS REVELA BOA AMIZADE COM FUTEBOLISTA QUE DEIXA O SPORTING
'Camisola 11' de Rúben Amorim deixou mensagem sentida durante festejos do 24.º título de campeão nacional
Redação Leonino
Texto
19 de Maio 2024, 08:20
Nuno-Santos-Sporting

Luís Neto e Antonio Adán despediram-se dos adeptos do Sporting no passado sábado. O central e o guarda-redes vão rumar numa nova aventura e Nuno Santos, ala dos leões, deixou uma mensagem sentida a ambos, revelando boa relação com o português.

“Estou muito feliz, mais um titulo no Sporting, dar continuidade. Agora temos Taça e vamos dar tudo para ganhar. Feliz, o mais importante é ajudar a equipa no que me compete, fazendo golos e assistências fico feliz, é o que procuro sempre. Hoje é o último dia para desfrutar, segunda-feira temos a Câmara para estar com os adeptos, depois é preparar o jogo contra uma equipa muito forte e acabar a época em beleza”, começou por dizer o canhoto.

“Neto e Adán foram duas peças muito importantes nestas quatro épocas, muito importantes, capitães, com muita maturidade, experiência, vamos sentir muita falta. Neto é como um irmão para mim, tenho um carinho muito especial. Sei que não se vai desligar do futebol, espero que não acabe a carreira. Foram peças fundamentais”, terminou Nuno Santos, deixando uma mensagem aos capitães que se despediram, e revelando ter uma grande relação com o central.

Esta temporada, ao serviço dos verdes e brancos, Luís Neto – avaliado em 300 mil euros – contabilizou 15 encontros: sete na Liga Portugal Betclic, quatro na Taça de Portugal, dois na Liga Europa e dois na Taça da Liga. Ao todo, nos 591 minutos que disputou, o defesa-central marcou um golo, diante do Dumiense.

Luís Neto chegou aos leões oriundo do Zenit, em 2019, depois de ter terminado contrato com o emblema russo. Com a Listada verde e branca, o antigo internacional português realizou 107 jogos, marcou um golo, fez duas assistências e conquistou cinco títulos: dois Campeonatos Nacionais (2020/21 e 2023/24), duas Taças da Liga (2020/21 e 2021/22) e uma Supertaça Cândido de Oliveira (2021).

  Comentários