EXCLUSIVO LEONINO – AFONSO PINTO COELHO DIZ QUE DI MARÍA ESTÁ “DESFASADO DA REALIDADE” E GARANTE QUE JOGADOR DO SPORTING "ESTÁ A SUBIR DE FORMA"
Acionista da SAD do Clube de Alvalade aponta a "condicionamento de arbitragens" por parte do Benfica, mas acredita nos pupilos de Rúben Amorim
Redação Leonino
Texto
13 de Fevereiro 2024, 08:52
Afonso Pinto Coelho, Sporting, Di María, Benfica

Depois da goleada do Sporting frente ao Braga (5-0), no Estádio José Alvalade, e a escorregadela do Benfica na visita ao Vitória de Guimarães, Afonso Pinto Coelho, em conversa exclusiva com o Leonino, deixa rasgados elogios à forma dos leões de Rúben Amorim e refere que ser líder com uma partida a menos “dá um conforto extra” aos verdes e brancos.

“(Braga) Foi uma excelente exibição. Portanto, ganhámos como ganhamos com frequência… Já vem sendo hábito, ganharmos por estas goleadas, o que enche, com certeza, todos os Sportinguistas de satisfação. E, portanto, neste momento estamos em primeiro lugar, o que é fundamental”, começa por referir ao nosso Jornal o membro do Movimento Hoje e Sempre Sporting.

“[Sobre as declarações de Amorim no fim do jogo] Eu penso que essas declarações foram feitas no contexto. E a resposta a uma pergunta que foi feita relativamente ao jogo da Taça da Liga, que nós perdemos em Leiria (1-0). Obviamente que, quer um jogo, quer outro jogo, até a metade da altura, foram jogos quase de sentido único, não é?”, confessa.

Já sobre a evolução de Eduardo Quaresma e Francisco Trincão, atira: “Penso que foram os jogadores que acabaram por agarrar a oportunidade que foi dada em função de algumas ausências que aconteceram. No caso do Eduardo Quaresma é um jogador, como se sabe, e dito para o próprio treinador, muitas vezes, pronto, tinha alguma irregularidade exibicional, mas teve, teve a vantagem, e teve o sortilégio, e o mérito, neste caso, de aproveitar a ausência do Diomande, e conseguir agarrar o lugar, no onze inicial. O Trincão viu uma vaga aberta que acabou a ser bem aproveitada e neste momento tem subido de forma”

“O Sporting tem menos um jogo, obviamente que a partir daí se ganharmos esse jogo, como somos favoritos também para ganhar… Será positivo. Mas não sabemos ainda quando o jogo será, temos um calendário muito complicado, como nós sabemos, não é, mas dá-nos um conforto de ir na frente e ainda ter esse jogo para poder aumentar mais a vantagem”, garante, sobre a partida em atraso.

Quanto ao empate dos encarnados em Guimarães, Afonso Pinto Coelho prefere não tocar no mau desempenho de Luís Godinho, árbitro do encontro, mas deixa farpas a Ángel Di María. “Bom, efetivamente o que vejo… Não quero fazer comentários da arbitragem porque isso geralmente digo que os comentários da arbitragem ficam com os especialistas, mas obviamente que é uma coincidência muito grande o Benfica conseguir acabar vários jogos contra dez, o que torna, por motivos óbvios, a tarefa sempre mais fácil”.

“Não consigo compreender foi as declarações do Di María no final do jogo, da forma que falou atendendo a este histórico todo que sabemos…  O que aconteceu principalmente até mais no Estádio da Luz mas também fora, e depois fazer as declarações que fez… Penso que ele estava um pouco desfasado da realidade em relação ao que se tem passado, mas pronto”, refere.

“E obviamente também sabemos que no futebol português há muito esse hábito na tentativa depois de serem feitas determinadas declarações para condicionar as arbitragens nos jogos seguintes… Eu acredito que essas declarações [do Dí Maria] tenham sido feitas mais nesse âmbito”, disse por fim.

  Comentários