JORGE FAUSTINO ARRASA ATUAÇÃO DE ANDRÉ NARCISO NO VIZELA - SPORTING E DIZ QUE FICARAM POR MARCAR DOIS PENÁLTIS (COM VÍDEO)
Leões triunfaram por 5-2, mas acabaram por ser bastante prejudicados por decisões da equipa de arbitragem
Redação Leonino
Texto
19 de Janeiro 2024, 07:30
Sporting, Vizela, Viktor Gyokeres

O Sporting triunfou na deslocação ao reduto do Vizela, por 5-2, com golos de Gyokeres (2), Paulinho, Francisco Trincão e Sebastián Coates. Porém, a atuação de André Narciso, árbitro do encontro, ficou aquém das expectativas, tendo ficado por marcar duas grandes penalidades e faltado mostrar vários amarelos aos jogadores minhotos.

“Hjulmand estica a perna na direção da bola, antecipando-se ao adversário, elevando a sua perna sem atingir o adversário. Livre mal assinalado e amarelo mal exibido”, começa por referir Marco Ferreira, antigo árbitro, em declarações ao jornal ‘Record’.

“Anderson abraça Gyökeres, agarrando-o de forma ostensiva e impedindo-o de iniciar a corrida na direção da bola. O defesa comete uma falta tática incorrendo num comportamento antidesportivo. Livre bem assinalado e amarelo por exibir”, defende Marco Ferreira.

Ao minuto 68, e de acordo com Jorge Faustino, ficou por marcar a primeira grande penalidade favorável aos leões: “Busnic acertou com a mão na face de Coates quando este se movimentava para tentar disputar bola aérea. Falta no mínimo imprudente, difícil de ver em campo, que justificava penálti”.

Por fim, já com Marcus Edwards dentro de campo, o inglês haveria de ser carregado em falta dentro da grande área, e Jorge Faustino é perentório: “Anderson, sem conseguir jogar a bola, carregou lateralmente Edwards com a sua coxa e anca na anca do atacante ao mesmo tempo que o carregava pelas costas com braço. Penálti por sancionar”.

Por fim, Jorge Faustino dá nota dois à atuação de André Narciso no Vizela – Sporting: “Trabalho difícil num jogo exigente onde, apesar de ter decidido muitas vezes bem, falhou por duas vezes, deixando dois penáltis por sancionar”.

Imagem de destaque
  Comentários