"O MELHOR DESDE QUE JOGA EM PORTUGAL”: EX BENFICA RENDIDO A REFORÇO DO SPORTING QUE GEROU CONTROVÉRSIA
Antigo jogador das águias admite mérito da equipa verde e branca, que diz merecer todos os aplausos
Redação Leonino
Texto
14 de Maio 2024, 10:57
Coates, Israel, Trincão, Quaresma, Edwards, Inácio, Adán, Sporting, Tottenham, West Ham

Álvaro Magalhães, futebolista retirado que alinhou pelo Benfica grande parte da sua carreira desportiva – de 1981 a 1990 – admitiu, na edição d’A Bola desta segunda-feira, 13 de maio, que a vitória do Sporting sobre o Estoril no passado sábado (1-0) foi justa. O antigo jogador teceu tantos elogios aos leões que dividiu o artigo em quatro tópicos distintos, todos eles favoráveis à turma de Rúben Amorim.

Primeiramente, Magalhães começou por referir o objetivo principal que o Sporting havia já alcançado ainda antes da disputa diante do Estoril para a 33ª jornada da Liga Portugal Betclic – o título do campeonato. O antigo lateral dos encarnados debruçou-se, de seguida, sobre a prestação de Francisco Trincão no encontro com os canarinhos.

“De salientar que o Sporting passou a criar mais perigo quando Trincão começou a desenhar diagonais, a sair da direita para esquerda, sempre com segurança e intenção”, começou por escrever Álvaro Magalhães sobre o extremo dos visitantes no Estádio António Coimbra da Mota. “Há que realçar o grande momento de forma que este jogador atravessa, diria mesmo o melhor desde que joga em Portugal”, acrescentou ainda, avaliando o ‘camisola 17’ do Clube de Alvalade como um “verdadeiro reforço de inverno”.

O terceiro aspeto que Magalhães elogiou ao plantel de Amorim foi a velocidade e dinâmica durante o jogo – mais precisamente, a partir dos 60 minutos. “Rúben Amorim fartou-se da falta de intensidade, tirou Matheus Reis, desastrado nas incursões ofensivas, entrou Nuno Santos e Paulinho (saiu Daniel Bragança), com Pedro Gonçalves a recuar para o meio-campo, o que fez toda a diferença. O Sporting começou a jogar com mais velocidade, criou duas boas oportunidades, por Esgaio e Gyokeres, mais dinâmica, mais confiança, com um jogo mais fluído”, opinou.

Por último, o antigo lateral do Benfica destacou ainda a força psicológica de que o Sporting deu mostras na deslocação ao reduto do Estoril. “É uma equipa psicologicamente muito bem preparada, só com esta força psicológica é que conseguiu manter toda a regularidade ao longo do campeonato”, frisou, admitindo ainda o mérito geral da equipa verde e branca. “O Sporting foi um justo vencedor, é uma equipa que merece todos os aplausos porque tem demonstrado excelente dinâmica, capacidade ofensiva e defensiva”, rematou Álvaro Magalhães.

  Comentários