POR ESTA NINGUÉM ESPERAVA! BETO, ANTIGO GUARDA-REDES DO SPORTING, ADMITE SER FÃ DE JOGADOR DO... BENFICA "É MUITO FORTE"
Guardião formado em Alvalade deixou rasgados elogios a futebolista dos encarnados
Redação Leonino
Texto
21 de Fevereiro 2024, 20:34
Beto, Sporting

Beto, antigo guarda-redes do Sporting, é admirador de Anatoliy Trubin, guardião do Benfica. O ex ‘camisola 34’ dos verdes e brancos destaca, principalmente, as recentes grandes penalidades defendidas pelo colega de posição, deixando bastantes elogios.

“Sem dúvida. Ele é muito explosivo para a estatura que tem. Não é normal que um guarda-redes com aquela altura tenha tanta explosão. Trubin tem uma capacidade reativa muito elevada e possui um instinto muito feroz. Se a bola for para o lado onde ele vai, é muito difícil que seja golo, a não ser que seja aquele remate para a parte interior da malha lateral, ou que bata no poste e entre”, começa por afirmar o ex-Sporting. 

“Em tudo isto há a parte física, a parte do estudo, a matemática, mas ele tem um instinto muito forte, ele acredita que vai mesmo defender. Eu defendi muitos penáltis na minha carreira porque acreditava mesmo que era capaz”, defende Beto.

“Há guarda-redes para quem não defender pouco importa porque aconteça o que acontecer o trabalho dele está feito e pouco tem a perder, mas eu acreditava sempre e nota-se que o Trubin também acredita muito. O penálti que ele defendeu frente ao Vizela é muito mérito dele e pouco demérito do avançado [Essende], porque a bola foi bem colocada. Ele tem muita explosão, é muito feroz na forma de se atirar para a bola”, atira o antigo guardião.

Por fim, Beto, recorda a sua passagem pelo Sporting: “Tive essa felicidade, sim. Ajudei a ganhar muitos troféus na defesa de penáltis, essa contra o Benfica é marcante, claro, mas também me lembro de num jogo frente ao Belenenses no Restelo, ao serviço do Porto, ter defendido sete penáltis, naquela célebre eliminatória que bateu o recorde de penáltis em Portugal. Foram marcados 30 e vencemos o jogo [2-2 no final dos 120 minutos, 10-9 para os dragões, a 20 de janeiro de 2010, oitavos de final]”, concluiu.

Imagem de destaque
  Comentários