SENTIMOS A TUA DOR! EMBLEMA DE SÁ PINTO, EX SPORTING, ATIRA-SE A HÉLDER MALHEIRO: "FOMOS MUITO PENALIZADOS" (COM VÍDEO)
Comandados do antigo técnico e jogador dos verdes e brancos empataram a duas bolas, com muita polémica à mistura
Redação Leonino
Texto
7 de Fevereiro 2024, 11:41
Ricardo Sá Pinto, Sporting

O APOEL, orientado por Ricardo Sá Pinto, empatou, na passada segunda-feira, 6 de fevereiro, a duas bolas frente ao AEK, num jogo relativo à 23.ª jornada do campeonato Nacional do Chipre. Este resultado não põe em causa a liderança da equipa comandada pelo antigo jogador e treinador do Sporting, mas houve muita polémica e tudo por culpa de Hélder Malheiro, que estava no VAR no encontro.

A polémica está relacionada com o segundo golo marcado pela equipa visitante, apontado por Facundo Sánchez, já nos minutos finais da partida, suscitando dúvidas quanto ao facto de a bola ter ou não ultrapassado a linha de golo da baliza do APOEL.

“A verdade é que nunca saberemos se a bola realmente entrou ou não na totalidade na baliza. No entanto, levanta-se também a questão de porquê que o assistente, que está em linha reta, não assinala golo, mas o VAR, com esta perspetiva do lance, expressa a sua confiança e informa o árbitro que é golo. Será apenas mais uma fase de transparência no nosso campeonato”, pode ler-se no comunicado do emblema orientado por Ricardo Sá Pinto.

“Esperemos que a federação encontre uma solução para que se possa realizar um campeonato de transparência. Esperamos que a Comissão de Arbitragem, com transparência, torne público o áudio do VAR que tomou esta decisão”, finalizou o clube cipriota.

Anteriormente, em conferência de imprensa, o treinador-adjunto de Sá Pinto, José Dominguez, já tinha apontado o dedo a Hélder Malheiro: “Fomos infelizes. Infelizes não. Fomos muito penalizados, porque até ao golo não tínhamos concedido qualquer oportunidade de perigo ao adversário”.

Confira o lance em questão:

  Comentários