UI! EX SPORTING RELEMBRA O TÉCNICO JORGE JESUS, MAS AFIRMA: "GOSTAVA DE TER SIDO TREINADO POR..."
Antigo jogador dos leões relembra temporada de leão ao peito e fala do atual comandante do Al-Hilal
Redação Leonino
Texto
2 de Fevereiro 2024, 10:15
Jorge Jesus, Sporting

Numa entrevista exclusiva ao jornal ‘A Bola’, Jefferson, ex-lateral esquerdo do Sporting, relembrou a temporada 2015/2016, na qual a equipa leonina perdeu o título depois de liderar no final da primeira volta. Depois de deixar um aviso à turma verde e branca, falou do técnico Rúben Amorim.

“Pelo que está a fazer [Rúben Amorim], claro… mas tem que ganhar para poder continuar no clube, treinador sobrevive de títulos. Gostaria muito de ter sido treinado por ele. Para mim ia ser uma maravilha jogar a três centrais, só a atacar e a fazer os meus cruzamentos, ia ser fixe.”, começou por afirmar. 

Sobre possíveis semelhanças entre Jesus e Amorim, Jefferson remata: “O Jorge Jesus é um excelente treinador, para mim foi um dos melhores… Infelizmente eu não pude trabalhar com o Rúben, mas também é um excelente treinador e podem escrever: Ele vai atingir um patamar muito grande!”

“São anos diferentes. vai depender da capacidade do treinador, dos jogadores. É fundamental para o Sporting já ter a experiência de campeão.”, afirmou o ex internacional brasileiro, quando questionado se o plantel verde e branco de 2015/16, onde atuava, venceria o atual.

Recorde-se que Jorge Jesus passou por Alvalade de 2015 a 2018 depois de ter trocado o Benfica pelos leões. Ao serviço do Sporting, o treinador português venceu uma Supertaça e uma Taça da Liga, relativas a 2015 e 2018, respetivamente. Abandonou o Clube verde e branco em 2018 e ingressou no Al Hilal, turma que agora comanda novamente.

Jefferson, mais se relembra, representou o Sporting durante seis anos (2013 a 2019), onde realizou 126 jogos oficiais, marcando quatro golos e realizando 26 assistências. De leão ao peito, o defesa de 34 anos conquistou quatro troféus: uma Supertaça (2015), duas Taças de Portugal (2014/15 e 2018/19) e uma Taça da Liga (2018/19).

  Comentários