"AUMENTEM A CLÁUSULA, O SALÁRIO, O QUE FOR PRECISO": MANUEL MOURA DOS SANTOS AVISA VARANDAS E NÃO QUER SAÍDA DE ESTRELA DO SPORTING
Antigo jurado do Ídolos é fã de jogador de Rúben Amorim e mostra desejos de que permaneça em Alvalade
Redação Leonino
Texto
11 de Fevereiro 2024, 14:28
Viktor Gyokeres, Gonçalo Inácio, Sebastián Coates, Eduardo Quaresma, Morten Hjulmand, Nuno Santos, Francisco Trincão, Pedro Gonçalves, Sporting, Vizela

Manuel Moura dos Santos não quer que Viktor Gyokeres deixe o Sporting. Tal como todos os adeptos dos leões, o antigo jurado do Ídolos deseja que o sueco fique muitos anos em Alvalade e acredita que Frederico Varandas devia fazer um esforço para tentar manter o avançado.

“Vencemos o Leiria e estamos justamente nas meias-finais da Taça de Portugal. Foi um jogo de um só sentido, o que as estatísticas espelham. Embora o Leiria seja uma equipa bem orientada, com jogadores rápidos no ataque, não conseguiu resistir ao futebol de bom recorte praticado pelo Sporting”, lê-se, no jornal O Jogo.

Gyokeres, sempre ele, esteve mais uma vez em grande plano, marcando dois golos e assistindo Pedro Gonçalves para o seu golo. A sua influência na dinâmica da equipa é tal que começa a ser difícil encontrar adjetivos para comentar as exibições do jogador sueco. Aumentem-lhe o salário, aumentem-lhe a cláusula e o que for necessário para mantê-lo em Alvalade”, pede.

Ainda no mesmo artigo, Manuel Moura dos Santos fala de uma “comunicação social afeta ao Benfica” e em como os leões foram prejudicados pelo adiamento da partida frente ao Famalicão: “Não partilho da opinião de que o que se passou na passado fim-de-semana tenha sido uma ação deliberada para prejudicar o Sporting. Mas também acho que o meu clube foi o “entalado” da jornada”.

“Numa altura de competição intensa, com os calendários competitivos muito preenchidos, o adiamento do Famalicão – Sporting terá obviamente consequências no planeamento do trabalho da equipa. Isto é tão óbvio que ainda não foi possível marcar uma data para a realização do dito jogo. O Sporting atingiu a meia-final da Taça de Portugal, indo jogar a mesma com o Benfica, em dois jogos que se adivinham muito competitivos e intensos”, acrescentou.

“O sucesso desportivo cria mais problemas de calendário. E ainda bem. O que não está nada bem é ter-se criado um problema cuja resolução é uma incógnita. A carreira na Liga Europa será mais um fator decisivo em relação ao calendário. É claro que espero que a equipa consiga avançar nesta competição para as fases de decisão mais importantes”, prosseguiu.

“Para gáudio dos comentadores e comunicação social afeta ao Benfica, este passou para a liderança da Liga “à condição”. Seja à condição ou outra coisa qualquer, o Sporting tem de interiorizar que está a dois pontos da liderança e não que tem um jogo a menos. A estratégia tem de ser a de chegar à liderança da Liga, independentemente das vicissitudes do calendário competitivo. Esta atitude tem de ter uma ação imediata já hoje, no jogo com o Braga, em Alvalade, em que é fundamental vencer”, atirou.

Confira aqui este momento fantástico entre Gyokeres e os adeptos do Sporting:

  Comentários