CAMINHO PARA O JAMOR COM VÁRIAS MEXIDAS NA EQUIPA: ONZE PROVÁVEL DO SPORTING PARA ENFRENTAR O BENFICA
Leões e encarnados disputam segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, pelas 20h45 da próxima terça-feira
Redação Leonino
Texto
1 de Abril 2024, 13:20
Viktor Gyokeres, Ousmane Diomande, Matheus Reis, Sporting, Benfica

Franco Israel; Ousmane Diomande, Sebastián Coates e Gonçalo Inácio;  Geny Catamo, Morten Hjulmand, Hidemasa Morita e Matheus Reis; Francisco Trincão, Viktor Gyokeres e Paulinho. Este deverá ser, à partida, o onze do Sporting na visita ao terreno do Benfica.

Franco Israel é o guardião dos leões, como tem vindo a acontecer desde a lesão de Antonio Adán. À sua frente, o uruguaio deverá ter Ousmane Diomande, Gonçalo Inácio e Sebastián Coates. O trio, que não é titular na mesma partida há sete jogos, está de regresso e é o escolhido pelo técnico.

Geny Catamo continua na ala direita, visto dar uma maior imprevisibilidade ofensiva em comparação com Ricardo Esgaio. No corredor esquerdo, Nuno Santos, apesar de ter sido decisivo, deve dar lugar a Matheus Reis, como é habitual em jogos de alegado teor de dificuldade elevado. Morten Hjulmand regressa ao onze e é o médio mais recuado, jogando como ‘6’ com Hidemasa Morita mais à frente, no lugar de Daniel Bragança, que volta ao banco do Sporting.

O tridente ofensivo deverá contar com Francisco Trincão – que regressou de lesão em grande plano, com mais uma assistência – e Paulinho, no apoio a Viktor Gyokeres. Pote é baixa por tempo indeterminado, sendo possível estar recuperado para o dérbi do campeonato, como noticiou, em Exclusivo, o Leonino, dia 22 de março, e confirmou Rúben Amorim na antevisão.

Sporting e Benfica enfrentam-se na próxima terça-feira, dia 2 de abril. O duelo, que vai ditar qual dos dois eternos rivais garante um lugar na grande final da presente edição da Taça de Portugal, tem pontapé de saída agendado para as 20h45, no reduto dos encarnados.

Vale recordar que, na primeira mão, os leões venceram as águias, no Estádio José Alvalade, por 2-1. Pedro Gonçalves, aos 8 minutos, e Viktor Gyokeres, aos 54′, fizeram os golos dos verdes e brancos, com Frederik Aursnes a reduzir para os comandados de Roger Schmidt (68′).

  Comentários