DECISIVO! RÚBEN AMORIM QUER SUPERIORIZAR-SE A ROGER SCHMIDT E CONFIRMAR TENDÊNCIA DO SPORTING
Leões e águias medem forças, esta noite, no Estádio José Alvalade, para duelo da 28.ª jornada da Liga
Redação Leonino
Texto
6 de Abril 2024, 11:58
Rúben Amorim, Sporting, Roger Schmidt, Benfica

O dérbi deste sábado, 6 de abril, vai certamente deixar as bancadas ao rubro, não só porque será decisivo, podendo ter grande impacto nas classificações da Liga, mas também porque o nervosismo se agrava, uma vez que não há dados – desde que Rúben Amorim e Roger Schmidt estão no comando do Sporting e do Benfica – que permitam apontar um dos emblemas como favorito para a vitória no próximo encontro.

Está tudo empatado desde que os atuais treinadores de Sporting e Benfica se enfrentam. Os técnicos português e alemão já viram as suas formações ir diante uma da outra em cinco ocasiões. Três das partidas terminaram em empate, e das duas restantes, cada lado venceu uma (ambas por 2-1). A isto junta-se ainda o número de golos arrecadados – 12 para cada equipa.

Apenas quatro dias após o último encontro dos dois eternos rivais lisboetas, joga-se esta noite novo dérbi. Na última terça-feira, embora o Sporting tenha garantido presença no Jamor, o Benfica teve uma boa exibição, que Schmidt quererá certamente reproduzir de novo, desta feita em Alvalade.

Rúben Amorim, à frente do Sporting, conseguiu pôr o clube verde e branco à frente do marcador no último jogo na Luz por duas vezes, coisa que quererá também repetir, de preferência de modo mais permanente desta vez. A exibição que leões permitiram às águias na passada terça-feira deverá ter sido analisada pelo técnico de Alvalade.

Amorim, que tem propostas na mesa de vários gigantes internacionais, já admitiu sair do Sporting caso não ganhe títulos esta época – por isso, e obviamente pela vontade de vencer, os adeptos leoninos mostram também cada vez mais garra, perante a possibilidade de perder o líder adorado. Assim, existe a probabilidade de o próximo dérbi Sporting – Benfica ser a derradeira disputa entre Amorim e Schmidt, empatados em todas as frentes.

A história não se mostra muito favorável ao Sporting. Nas últimas dez temporadas do campeonato, o clube de Alvalade apenas conseguiu vencer em casa ao Benfica por uma vez, em 2020/2021, com golo de Matheus Nunes, tendo perdido quatro confrontos e empatado cinco nestas circunstâncias. Mas Rúben Amorim tem hoje alguns trunfos na manga, e ninguém pode prever o que virá a acontecer.

Acontece este sábado em Alvalade o dérbi dos dérbis, aquele que poderá ser o jogo do título. O Sporting recebe em casa o Benfica, para uma partida válida para a 28ª jornada da Liga Portuguesa, e que terá lugar, como seria de esperar, num reduto completamente lotado. O apito inicial está agendado para as 20h30.

  Comentários