DUARTE GOMES ANALISA PARTIDA DO SPORTING E FALA EM FALHA DA ARBITRAGEM: "FOI IRREGULAR..."
Antigo árbitro português analisou o embate em terreno arouquense, que resultou na vitória leonina por 3-0
Redação Leonino
Texto
10 de Março 2024, 21:48
Duarte Gomes

O Sporting venceu por três bolas a zero a turma do Arouca, no Estádio Municipal de Arouca. Viktor Gyokeres, Geny Catamo e Hjulmand marcaram no lado leonino. Duarte Gomes, antigo árbitro, analisou a partida e a exibição da equipa de arbitragem.

“13′ David Simão, com o pé direito, atingiu de também direito de Matheus Reis, cometendo infração negligente. Por ser a primeira falta “acima”, Nuno Almeida ficou-se aviso público. Tecnicamente (e com o apoio das imagens) o lance justificava advertência para o médio arouquense.”, pode ler-se no jornal ‘A Bola’.

“19′ Golo inaugural para o Sporting, da autoria de Viktor Gyokeres: no momento do cruzamento de Matheus Reis, o avançado estava em posição legal. O árbitro assistente viu bem aquilo que a tecnologia confirmou depois: o sueco estava 24 cms em jogo.”, disse sobre o golo.

“32’Geny Catamo caiu, após lance com Montero. O defesa do Arouca não tentou jogar (nem jogou a bola), colocando-se apenas em posição estática e pouco ortodoxa, à frente da trajetória de corrida do adversário. Na nossa opinião, a ação, ainda fora da área do Arouca, foi irregular.”, prosseguiu:

“90+2′ Mérito para Nuno Almeida, que optou (muito bem) por aplicar a vantagem, não sancionando infração sobre Paulinho. O avançado do Sporting conseguiu ainda fazer a assistência para Geny Catamo finalizar com sucesso. Foi legal o segundo golo da equipa visitante.”, continuou:

“90+6′ Terceiro golo da equipa lisboeta, em cima do apito final, em lance bem validado pela equipa de arbitragem: no início da jogada, Gyokeres ganhou a posse de bola sem cometer falta sobre David Simão. A finalização de Hjulmand foi legal. Tudo certo.”, concluiu.

Confira aqui o lance sobre Geny Catamo ao minuto 32:

Imagem de destaque
  Comentários