É ASSIM! FRANCISCO MONTEIRO E MÁRCIA SOARES COMENTAM SAÍDA DE MIGUEL VICENTE DO BIG BROTHER: "FOI UM BOCADO..."
Antigos concorrentes do programa da TVI estiveram, este sábado, em direto, onde falaram dos recentes acontecimentos
Redação Leonino
Texto
10 de Fevereiro 2024, 14:53
Márcia Soares, Francisco Monteiro

Francisco Monteiro e Márcia Soares, antigos participantes do Big Brother estiveram, este sábado, 10 de fevereiro, no programa ‘Big Brother- Desafio Final: A Semana’, como anfitriões, onde comentaram os recentes acontecimentos da casa mais vigiada do país, destacando-se a desistência de Miguel Vicente.

A finalista começou por dizer que a saída de Miguel Vicente não foi muito justa. “A saída do Miguel foi um bocado ingrata. Ele tantas vezes disse que ia desistir, que ninguém o levou a sério e nem teve uma despedida como mereceu. O Miguel, apesar de tudo, foi um dos protagonistas deste programa, foi muito importante para o programa e tenho pena que ele tenha saído nestes moldes, mas foi decisão dele e a gente respeita e aceita”, defendeu.

E prosseguiu nomeando potenciais motivos para a sua desistência: “Eu também não acreditava que ele o fizesse. Eu acho que há vários motivos: começando pela interação do público nas galas, o salvamento do Bruno e acho que ele, se calhar, preferiu desistir do que sair derrotado”.

Também ‘Zaza’ colocou o seu olhar sob a saída do seu antigo concorrente no programa da TVI. “Eu, sinceramente, eu não esperava que ele desistisse. Fui apanhado um bocadinho de surpresa. A salvação de Savate em primeiro foi o verdadeiro fator da saída de Miguel pois ele nunca pensou que fosse possível”, atirou.

Recentemente, Francisco Monteiro foi capa da Revista Cristina e garantiu ter encontrado o seu talento em televisão: “O Big Brother acaba por me direcionar um bocadinho para a minha vocação. Sinceramente, gosto bastante de estar em televisão. Gosto do contacto com as pessoas. O padel tinha isso de mau, era uma profissão solitária. Para mim, o importante é estar perto das pessoas. Faz-me falta. Gosto de entrar em Bucelas [estúdios da TVI]. Há dezenas de pessoas a passar”, começou por dizer.

“Eu sentia que quase adormecia para a vida, como treinador de padel. Faltava-me gente, comunicação. E a televisão é isso. Neste momento, já sinto um bocadinho falta disso”, terminou o concorrente que venceu a edição de 2023 do programa da estação de Queluz de Baixo.

  Comentários