GOLEADA DAS ANTIGAS E MILHARES DE EUROS EM MULTA: APOIO DOS ADEPTOS DO SPORTING DIANTE DO BOAVISTA VALE 'PUXÃO DE ORELHAS' DA FPF
Frederico Varandas, Presidente dos leões, teve de desembolsar nova quantia avultada, de acordo com relatório do delegado da Liga
Redação Leonino
Texto
21 de Março 2024, 18:35
Rúben Amorim, Daniel Bragança, Sporting, Boavista

O Sporting goleou o Boavista, por 6-1, na jornada 26 do campeonato nacional. Apesar de uma partida de grande nível e mais três pontos preciosos na luta pelo título, o Clube de Alvalade não se ‘safa’ de uma multa da Federação Portuguesa de Futebol.

De acordo com o mapa de castigos lançado pelo Conselho de Disciplina, os leões pagaram, no total, 14.535 euros, dos quais a principal ‘fatia’ (9.560) deriva do uso de material proibido. No total, foram deflagrados 17 engenhos pirotécnicos no Estádio José Alvalade.

3.190 euros pela “Utilização de aparelhagem sonora – «Aos minutos 79 e 88, após os golos da Sociedade Desportiva visitada, Sporting Clube de Portugal, o speaker da mesma recorreu à instalação sonora do estádio para entoar o cântico de incentivo “Sporting allez!”.

1.530 euros pela utilização de tarjas com medidas superiores às permitidas. “Nada nos foi dado, tudo conquistado” e “Cabeça erguida vamos lutar lado a lado até ao fim”, valeram reprimenda da FPF ao Sporting, de acordo com o relatório do delegado da Liga destacado para a partida.

Os cartões amarelos exibidos a Morten Hjulmand, o oitavo da competição, e a Jeremiah St. Juste, terceiro do campeonato, obrigaram os responsáveis leoninos a desembolsar 153 e 102 euros, respetivamente, visto que se tratam de ‘reincidências’.

Vale recordar que os leões têm sido bastante ‘massacrados’ pelo órgão que tutela o futebol em Portugal, pagando multas em todos os jogos disputados até ao momento. O montante total já ultrapassou, há vários encontros, os 150 mil euros, estando praticamente, ou muito perto, dos 200 mil.

Imagem de destaque
  Comentários