IVÁN FRESNEDA REGRESSOU AOS RELVADOS, MAS ADMITE NÃO ESTAR A 100%: LATERAL DO SPORTING REVELA CONDIÇÃO FÍSICA
Defesa de Rúben Amorim ficou três meses afastado depois de ter sido submetido a intervenção cirúrgica no ombro
Redação Leonino
Texto
23 de Fevereiro 2024, 20:56
Iván Fresneda, Sporting

Após um longo período de ausência, Iván Fresneda regressou aos relvados, no empate do Sporting, diante do Young Boys (1-1). O lateral direito dos verdes e brancos entrou aos 85 minutos, para o lugar de Ricardo Esgaio, e mereceu uma ovação do público presente no Estádio José Alvalade. Depois do apito final, revelou não estar na melhor forma física.

“Primeiro tenho de agradecer ao corpo técnico, equipa médica e colegas de equipa nestes meses, que foram difíceis para mim. Sempre estiveram comigo e estou agradecido. Como me senti? Senti-me bem, obviamente preciso de tempo para estar a 100 por cento”, começou por referir Iván Fresneda, defesa do Sporting.

“Agora que voltei só penso em ajudar a equipa. Sempre estive feliz aqui, a vida é incrível e agora ainda mais. Tenho de continuar. Liga Europa? Para mim, que é o meu primeiro ano a jogar Liga Europa é um orgulho ter minutos, algo espetacular”, atirou o espanhol, que custou aos cofres do Sporting 9,8 milhões de euros, mais 2 por objetivos, sendo que o Valladolid tem 10% de uma futura mais-valia.

“Primeiro temos de pensar no jogo de domingo e ver o que acontece. Os adeptos? São incríveis. Não sabia a dimensão enorme que tinha este clube. Sempre que jogamos fora de casa é como jogar aqui em Alvalade. É uma sensação incrível. Tive muitas mensagens deles de apoio nas redes sociais nestes meses e só tenho de lhes agradecer”, finalizou o lateral do Sporting.

Esta temporada, Iván Fresneda – avaliado em 13 milhões de euros – realizou apenas seis encontros, fruto de ter estado lesionado: quatro na Liga Europa, um na Liga Portugal Betclic e outro na Taça de Portugal. Ao todo, o espanhol contabilizou 171 minutos. O jogador de 19 anos tem contrato com o Sporting até junho de 2028 e uma cláusula de rescisão de 80 milhões de euros.

Imagem de destaque
  Comentários