JOÃO PALHINHA ABRE O JOGO! FORMADO EM ALVALADE COMENTA SPORTING - PORTO: "A TAÇA FOI MUITO...”
Em entrevista, o antigo atleta do Clube de Alvalade entre outros temas, não perde a oportunidade de falar sobre a época dos verdes e brancos
Redação Leonino
Texto
29 de Maio 2024, 15:38
João Palhinha, Fulham, ex Sporting

João Palhinha, antigo jogador do Sporting, aos 28 anos, é um dos indiscutíveis de Roberto Martínez na Seleção Nacional que se prepara para o arranque do Campeonato da Europa já no próximo mês de junho. Em entrevista com a Flashscore, o médio, que acabou de cumprir a segunda época ao serviço do Fulham, aborda diversos temas, entre eles o futuro ao serviço do emblema inglês, também o campeonato nacional conquistado pelo “seu” Sporting e, ainda, o Euro 2024.

Na atual temporada, o atleta português destacou-se como o jogador com mais cortes do campeonato. Em retrospectiva, Palhinha admitiu que a época do clube liderado por Marco Silva foi muito positiva: “Em termos coletivos, foi uma época bastante boa, à semelhança da primeira. Em termos pessoais também foi bom, senti que estive bem e evoluí, isso é o mais importante”.

Ao pensar sobre o seu futuro no mundo do futebol, o médio de 28 anos não apresenta qualquer dúvida em querer manter a camisola do emblema inglês vestida, no entanto, assumiu que “no futebol nunca sabemos o dia de amanhã. Tenho sonhos, objetivos como jogador, desde que comecei a minha carreira sempre tive o sonho de jogar nos grandes palcos do futebol mundial. (…) Neste momento, ao dia de hoje, as perspectivas são no Fulham, mas vamos ver o que acontece”.

No entanto, o antigo jogador dos leões não se esquece dos momentos que experienciou em Alvalade, nem do amor que tem pela estrutura verde e branca. Palhinha afirmou que mesmo não tendo ganho a dobradinha, “isso não apaga de todo a época que o Sporting fez e mereceu completamente este campeonato. A Taça foi um jogo muito competitivo, em que o Porto teve a felicidade de ganhar”.

Quando ouviu Roberto Martínez a dizer o seu nome, João Palhinha confessa que foi muito “especial”. “É uma felicidade em que já tive a felicidade de estar presente e é algo único, a sensação de representar o país. Quero ir com tudo para conquistar coisas bonitas pelo nosso país”, completou o médio.

  Comentários