JOGADOR QUE RENDEU MUITOS MILHÕES AO SPORTING FOI TITULAR E FEZ ASSISTÊNCIA NA PREMIER LEAGUE (COM VÍDEO)
Ex-jogador do Clube de Alvalade foi um dos destaques da vitória do seu atual emblema
Redação Leonino
Texto
1 de Fevereiro 2024, 12:06
Estádio José Alvalade, Sporting

O Manchester City venceu, na passada quarta-feira, 31 de janeiro, o Burnley, por 3-1, numa partida relativa à 22.ª jornada da Premier League. Julián Álvarez, avançado da formação, foi quem inaugurou o marcador, com uma assistência de Matheus Nunes, antigo médio do Sporting.

Depois de um duelo com o adversário, o camisola 27 do Manchester City, conseguiu cruzar na perfeição, onde encontrou a cabeça do companheiro de equipa, que na frente do guarda-redes, não perdoou e colocou o emblema da casa em vantagem no resultado.

Recorde-se que Matheus Nunes voltou à titularidade pela turma de Pep Guardiola, depois de dois jogos sem somar nenhum minuto. Constou no 11 inicial na partida para a terceira ronda da FA Cup onde o Manchester City ‘atropelou’ o Huddersfield Town, por 5-0.

O internacional português começou a dar os primeiros passos no mundo do futebol no clube modesto da Ericeira, antes de sair para a equipa de sub-23 do Estoril, em 2018. Em janeiro de 2019, transferiu-se para o Sporting, emblema onde mais brilhou.

De leão ao peito, o médio de 25 anos realizou 101 encontros, marcou oito golos, fez nove assistências e conquistou quatro títulos: um Campeonato Nacional (2020/21), duas Taças da Liga (2020/21 e 2021/22) e uma Supertaça Cândido de Oliveira (2021).

O jogador rumou a Inglaterra no verão de 2022, para o Wolverhampton, num negócio a rondar os 45 milhões de euros, mais cinco por objetivos. As suas boas prestações colocaram o Manchester City interessado em adquirir o seu passe, numa transferência que se concretizou no verão de 2023.

Ao serviço dos citizens, Matheus Nunes  – avaliado em 55 milhões de euros – soma, até ao momento, dez encontros, onde já concretizou cinco assistências, contabilizando, um total de 1094 minutos na turma de Pep Guardiola.

Confira aqui o momento:

  Comentários