LEMBRA-SE DE RABIA? ESTÁ ARREPENDIDO DE TER DEIXADO O SPORTING
“A minha decisão de deixar o Sporting CP estava errada”, confessou o central egípcio, que fez apenas três jogos pela equipa principal dos leões
João Estanislau
Texto
2 de Agosto 2020, 10:56
summary_large_image

Ramy Rabia esteve apenas uma época em Portugal (e a única fora do seu país). Veio num contexto em que o Sporting CP pretendia, sobretudo, a contratação de jovens para potenciar e obter o máximo rendimento desportivo para que depois se tornassem mais valias financeiras (segunda época de Bruno de Carvalho enquanto Presidente e Marco Silva como treinador).

Ramy Rabia tinha 22 anos na altura (atualmente 27) e enfrentava uma vasta competição por um lugar na equipa principal. Com Tobias Figueiredo, Domingos Duarte ou Naby Sarr a pretenderem ascender à equipa sénior, a mesma já tinha centrais como Paulo Oliveira, Maurício ou Ewerton na primeira fila.

Com muita concorrência e sem grandes hipóteses, acabou por fazer a maioria dos jogos na equipa B (21 jogos no total) e apenas três na equipa principal, todos na Taça da Liga (apenas dois como titular, numa derrota por 3-2 frente ao Belenenses e um empate caseiro frente ao Vitória de Setúbal). No entanto, cinco anos depois, lamenta ter saído demasiado cedo do Clube leonino:

“Lamento não ter prosseguido a minha carreira no exterior. A minha decisão de deixar o Sporting CP estava errada, o meu agente era português e prometeu-me que eu iria receber outras propostas enquanto estivesse no Sporting CP”, disse o jogador em declarações ao seu atual clube, Al Ahly.

“Recusei-me a ficar no banco do Sporting CP e fiquei muito triste por não ter jogado com maior regularidade pela equipa principal”, prosseguiu o internacional egípcio, que representou o seu país por 20 vezes.

“Tinha a certeza de que um dia regressaria à minha casa, o Al Ahly, a qualquer momento, por isso deveria ter continuado a minha carreira no exterior”, concluiu o jogador.

No entanto, Rabia não tem passado despercebido no seu país de origem, tendo conquistado seis campeonatos, uma Taça do Egito e duas Supertaças locais.

Fotografia de Sapo Desporto.

  Comentários