LUÍS VIDIGAL DEIXA RECADO A RÚBEN AMORIM E DIZ QUE UM DOS TITULARES DO SPORTING TEM DE SAIR DO ONZE: "O MELHOR É..."
Antigo jogador dos leões aponta a mudanças na equipa verde e branca diante do União de Leiria
Redação Leonino
Texto
6 de Fevereiro 2024, 15:58
Luís Vidigal, Sporting

Luís Vidigal, antigo jogador do Sporting, crê que um dos avançados titulares dos últimos jogos, à exceção de Viktor Gyokeres, deve ir para o banco frente ao União de Leiria. Para o ex-internacional português, Hidemasa Morita, que voltou da Taça Asiática, é fundamental no meio-campo, o que atira Pedro Gonçalves para a frente de ataque.

“A entrada de Morita não significa que Pote tenha de sair do onze. Terá de jogar numa posição mais adiantada, mas a dupla que melhor serve os interesses da equipa é sem dúvida nenhuma formada pelo Hjulmand e pelo Morita”, começou por dizer, ao jornal O Jogo.

“O Pote vai subir no terreno, com a alteração natural na frente de ataque, ficando por saber, entre Edwards, Trincão e Paulinho, qual deles acompanhará o Gyokeres no onze. É aproveitar o momento”, acrescentou o antigo médio do Sporting.

“O Trincão tem estado por cima, Edwards, vindo de uma pequena lesão, está a crescer fisicamente e muito provavelmente estará também a preparar-se para recuperar um lugar no onze. A competitividade interna só ajuda a equipa e beneficia o treinador”, terminou.

Sporting tem encontro marcado com o União de Leiria, atual 13.º colocado da Liga Portugal SABSEG, na próxima quarta-feira, dia 7 de fevereiro. O pontapé de saída está agendado para as 20h45, no reduto adversário e os leões vão tentar passar às meias-finais da prova, a única que Rúben Amorim não conquistou ao serviço do Clube de Alvalade.

Para chegar a esta fase, os verdes e brancos eliminaram Tondela (4-0), Dumiense (8-0) e Olivais e Moscavide (3-1). Já o adversário bateu o Pedrógão (12-0), Académico de Viseu (3-1), Atlético da Malveira (5-0) e o Marítimo (3-0).

Confira aqui o golo de Hidemasa Morita na Taça da Ásia:

  Comentários