SPORTING APELIDADO DE “MARIONETA DE JORGE MENDES” EM ITÁLIA
Artigo assinado por Pippo Russo, reputado jornalista italiano, na Guerin Sportivo, levanta questões sobre a ligações dos leões ao empresário português
Redação Leonino
Texto
17 de Maio 2020, 15:08

Pippo Russo, reputado jornalista italiano, assina este domingo, 17 de maio, um artigo na Guerin Sportivo, revista desportiva mensal criada em 1912, em que relata alguns dos acontecimentos pelos quais o Sporting CP tem vindo a passar desde a invasão da Academia, em maio de 2018, e levanta algumas questões sobre a proximidade entre o Clube de Alvalade e Jorge Mendes.

Pippo Russo começa por lembrar a derrota na última jornada da Liga NOS, 2017/2018, diante do Marítimo, por 2-1, e que impediu os leões de disputarem a Liga dos Campeões na época seguinte. Para lá do caso Cashabll, que viria a ser arquivado em julho de 2019, o artigo aborda a invasão à academia e as consequências que dela resultaram, nomeadamente as rescisões de diversos atletas da equipa principal.

Posteriormente, o jornalista italiano fala sobre o mandato de Frederico Varandas e a crescente proximidade entre o Presidente do Sporting CP e o empresário Jorge Mendes. Exemplificando com os casos de Rui Patrício, que rumou ao Wolverhampton, e Daniel Podence, que assinou pelo Olympiacos, Pippo Russo questiona se a aliança com Jorge Mendes estará a servir os interesses do Clube de Alvalade.

Por fim, Pippo Russo aborda a transferência de Rúben Amorim, na altura treinador do SC Braga, e afirma que os arsenalistas são “praticamente uma criatura de Jorge Mendes”, mas que, apesar disso, o Sporting CP acabou mesmo por avançar para a aquisição do treinador português, que, após os leões terem falhado os prazos de pagamento acordados com os minhotos, viria a custar bem mais de 10 milhões de euros.

Pippo Russo termina o artigo afirmando que, assim, o Sporting CP ficou com a fama de “mau pagador. Que pena, Dr. Varandas”.

  Comentários