"VAMOS SER O SPORTING MAIS FORTE"; PEDRO GONÇALVES DEIXA MOTE PARA PARTIDA DECISIVA FRENTE À ATALANTA
Avançado do Clube de Alvalade foi um dos presentes na zona de entrevistas rápidas no pontapé de saída do embate
Redação Leonino
Texto
14 de Março 2024, 19:24
Pedro Gonçalves, Pote, Sporting, Benfica, Nicolas Otamendi, Rúben Amorim, João Neves

Pedro Gonçalves, avançado do Sporting, esteve em declarações no pontapé de saída da partida frente à Atalanta, relativo à segunda mão dos oitavos-de-final da Liga Europa. O camisola 8 mostrou-se confiante naquele que será um duelo de extrema importância para os leões.

“Espero que seja um momento para todos, que a equipa esteja preparada, pois vai ser um jogo extremamente difícil, muito físico. Vamos ser o Sporting mais forte para ganhar este jogo – esperamos conseguir.”, começou por apontar o internacional português.

Ainda no mesmo momento, Pedro Gonçalves colocou o seu olhar sobre o impacto que o apoio dos adeptos tem no coletivo de Alvalade. “É muito importante sentir a energia dos adeptos, saber que, onde quer que vamos, eles estão sempre connosco. O futebol é a última imagem e espero acabar muito bem a temporada. O que fiz, pouco importa. Seria muito gratificante estar na próxima fase da Liga Europa.”

Na presente temporada, Pedro Gonçalves – avaliado em 30 milhões de euros – já realizou 39 encontros, contabilizando um total de 2.863 minutos. Em todos esses jogos, o médio leonino conseguiu 15 finalizações certeiras e fez 13 passes para golo.

O jogador português continua a ser uma das peças-chave para Rúben Amorim e um dos favoritos dos adeptos do Clube de Alvalade, sendo responsável por 25% dos golos dos verdes e brancos em 2023/24.

Desde que chegou ao Sporting, em 2020, oriundo do Famalicão, Pedro Gonçalves contabiliza um total de 167 encontros, 73 golos, 40 assistências e quatro títulos conquistados: um Campeonato Nacional (2020/21), duas Taças da Liga (2020/21 e 2021/22) e uma Supertaça Cândido de Oliveira (2021/22).

Ao dia de hoje, o Sporting tem 90% dos direitos económicos, tendo investido um total de 13,5 milhões de euros: 6,5 no ato da compra e mais 7 no verão passado. O internacional português tem contrato até junho de 2027 e uma cláusula de rescisão de 80 milhões de euros.

Imagem de destaque
  Comentários