COMENTADOR DO SPORTING ATACA PINTO DA COSTA E O FUTEBOL DO PORTO: “AGRESSÕES E INTIMIDAÇÕES”
Presidente dos dragões alvo de muitas críticas
Redação Leonino
Texto
9 de Novembro 2022, 17:44

Carlos Barbosa da Cruz deixou duras críticas a Pinto da Costa e ao Porto. Num artigo de opinião no jornal ‘Record’, o advogado e adepto do Sporting não poupou nas palavras para descrever o futebol e as situações passadas no clube azul e branco.

 

“Pinto da Costa é, outrossim, aquilo que tem representado no futebol”

  • “Pinto da Costa é, outrossim, aquilo que tem representado no futebol. Ele poderá ter sido ilibado na justiça por tecnicalidades, mas aquilo que disse e aquilo que fez está gravado e demonstra sobretudo o racional do poder que tem animado o seu percurso”, começou por escrever Carlos Barbosa da Cruz.

 

Sucesso de Pinto da Costa? Só em Portugal

  • “Em qualquer outro cenário desportivo, Pinto da Costa teria sido rejeitado, mas em Portugal é branqueado com a ajuda de uma comunicação social reverente; que me lembre, há anos que ninguém lhe formula diretamente uma pergunta incómoda”, criticou.

“Agressões e intimidações”

  • “A prática de Pinto da Costa tem a ver com um futebol que também e sobretudo se decide fora de campo, que invade metodicamente as tutelas, a organização, a disciplina e a arbitragem, arvorados em fatores adicionais de proteção, sempre que necessário e não têm sido poucas as vezes. Se dúvidas houvesse, o desfecho disciplinar das agressões e intimidações no Dragão, no célebre empate com o Sporting, ou seja, o caso emblemático dos ‘coletes azuis’, é disso prova cabal”,

“Pinto da Costa é o símbolo de um certo futebol em que o Sporting não se revê”

  • “Este é um estado de coisas com o qual o Sporting não se pode conformar por duas razões, em primeiro lugar pelos seus valores e, em segundo, porque distorce a verdade desportiva. O Benfica tentou, desajeitadamente, replicar um sistema de infiltração global, mas, não só não teve competência, como o Rui Pinto lhe destapou a careca… Pinto da Costa é o símbolo de um certo futebol em que o Sporting não se revê e, por isso, bem faz Frederico Varandas em insurgir-se”, terminou o advogado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

  Comentários