FOI COLEGA DE CRISTIANO RONALDO NA JUVENTUS, DESAPARECEU DURANTE TRÊS ANOS, JOGA NO 25 DE ABRIL E ESTÁ LIGADO A... KIM JONG UN
Jogador comparado a craque português formado no Sporting estava fora dos radares e agora defrontou Hidemasa Morita
Redação Leonino
Texto
27 de Março 2024, 17:59
Cristiano Ronaldo, Portugal, Han Kwang Song, Coreia do Norte, Japão, Mundial 2026

Han Kwang Song, futebolista da Coreia do Norte que já foi comparado a Ronaldo, tem apenas 25 anos e estava desparecido há três. A passada quinta-feira deu finalmente sinais de vida, na disputa contra o Japão que se deu em Tóquio, no âmbito das qualificações para o Mundial de 2026.

O ‘CR7 da Coreia’ viu no desporto uma chance rara para abandonar aquele que é o país do mundo mais fechado em si próprio. O ditador Kim Jong Un é fã de desporto e, por isso, permitiu que o futebolista saísse para o estrangeiro. Han conseguiu então chegar a Espanha, de onde rumou depois para Itália, país em que viveu um momento singular revelador da escassa informação que passa as fronteiras do regime ditatorial de Kim Jong Un.

De acordo com o New York Times, Han recebeu na cidade italiana de Corciano, em inícios de 2015, um olheiro do Liverpool que lhe falou sobre Steven Gerrard, antigo técnico do emblema britânico, ao que o norte-coreano retorquiu: ‘Quem é Steven Gerrard?’.

Embora não tenha feito as malas para Liverpool, Kwang Song assinou pelo Cagliari, e foi depois emprestado à Juventus, na época de 2018/19, tendo jogado com Cristiano Ronaldo, a quem rapidamente começou a ser comparado, por conta da qualidade dos seus dribles e da potência do seu remate.

Após o empréstimo, em 2020, a Juventus comprou o avançado por 3,5 milhões de euros. Seis dias mais tarde, vendeu-o por 7 milhões ao Al Duhail. O atleta ficou no clube do Qatar até 2021, ano em que foi deportado do país, devido às sanções aplicadas pela ONU à nação de origem do atacante, que impediram cidadãos norte-coreanos de trabalhar no estrangeiro – tudo porque o regime não pôs um fim ao seu programa de armas nucleares.

Deportado do Qatar e impedido de regressar à Coreia, especulou-se que o jogador comparado a Ronaldo pudesse ter ficado retido numa embaixada. Desde aí, Han Kwang Song ficou desaparecido durante três anos, após os quais deu a cara pela seleção coreana numa partida com a Síria, e tendo sido avistado novamente no último jogo disputado contra o Japão.

Segundo informações da imprensa norte-coreana, Han Kwang Song tem vindo a jogar pelo clube do país de origem ’25 de Abril’. O emblema, alegadamente dos melhores a nível nacional, faz referência ao dia em que foi fundado o exército de Kim Il-Sung contra o Japão, de Hidemasa Morita.

Imagem de destaque
  Comentários