EXCLUSIVO LEONINO - BRUNO MASCARENHAS FALA DA ATUALIDADE DO SPORTING E DA POSSÍVEL SAÍDA DE AMORIM
Antigo dirigente do Clube de Alvalade debruçou-se sobre uma eventual mudança no comando técnico dos leões
Redação Leonino
Texto
8 de Abril 2024, 03:00
Bruno Mascarenhas, Sporting

Bruno Mascarenhas, antigo dirigente do Sporting, esteve em declarações exclusivas ao Leonino, onde, entre muitos temas, colocou o seu olhar sobre a partida do passado sábado, diante do Benfica, onde os leões levaram a melhor, por 2-1, bem como da possível saída de Rúben Amorim no final da época.

“Assistiu-se verdadeiramente ao jogo do título. A vitória do Sporting foi o tira teimas para aferir qual a melhor equipa de Portugal. A questão do campeonato ficou arrumada. Arbitragem? Artur Soares Dias é um excelente profissional português, com uma brilhante carreira. Teve ao longo da mesma alguns percalços em jogos do Sporting, mas quando se ganha de forma categórica não faz sentido falar dos árbitros”, começou por apontar.

Quanto ao regresso aos relvados de Pedro Gonçalves, o ex-elemento da estrutura verde e branca mostrou-se satisfeito e diz que Rúben Amorim foi exemplar na forma de lidar com a sua ausência: “Geriu muito bem a ausência de Pedro Gonçalves para este jogo. Lançou-o com um sucesso enorme. A confiança que ele demonstrou logo no início da partida revela treino e capacidade de decisão”, considerou.

Numa altura em que os últimos cartuchos da temporada se aproximam, o Clube de Alvalade irá deslocar-se a Barcelos sem Morten Hjulmand e Nuno Santos (castigo), Bruno Mascarenhas assume que os substitutos vão estar à altura: “O plantel está cheio de moral e qualquer um que entre, conhece os princípios de jogo do treinador. Com o apoio dos nossos adeptos e sem embandeirar em arco o desfio em Barcelos será mais um passo para a caminhado rumo ao título”, defendeu.

Em jeito de conclusão, o antigo dirigente falou da cobiça em torno de Rúben Amorim e da forma como a SAD irá agir em caso de saída. “Acredito que a direção saberá acautelar a saída de Rúben Amorim. Nota-se, apesar do empenho demonstrado pelo mesmo, que pretende seguir outro caminho profissional e está no seu direito. Acredito que a administração da SAD já tenha identificado alternativas para preencher devidamente o lugar. Espero que acertem novamente na escolha de um novo técnico como o fizeram com Rúben Amorim”, rematou.

  Comentários