EDMÍLSON: “MOMENTO É FANTÁSTICO. SPORTING NÃO PODE VACILAR”
Ex-jogador de Sporting e Porto diz que é cedo para festas. Na antevisão ao encontro, fala sobre o momento do Clube e que o “torcedor não merece ficar tanto tempo sem ser campeão”. Exclusivo Leonino
Maria Pinto Jorge
Texto
25 de Fevereiro 2021, 12:00
summary_large_image

Edmílson Pimenta fez parte do plantel do Sporting que foi campeão após 18 anos de jejum. O avançado brasileiro, que também representou os dragões, fez a antevisão ao Clássico do próximo sábado, relembrando a importância do encontro, numa conversa com o Leonino.

“Um clássico é sempre um clássico, um jogo que todos gostam de jogar. Fica marcado, sobretudo vencer um clássico tem um sabor muito especial, todos os jogadores ficam à espera de um clássico. A equipa que errar menos e estiver mais concentrada ganha o jogo. Um momento de desconcentração e pode perder-se um Clássico”, começou por dizer.

“Um Clube grande não pode ficar tanto tempo sem dar títulos”

Sobre a possibilidade de os leões se sagrarem campeões nacionais, Edmílson ressalvou ainda ser cedo para festas. “O momento do Sporting, atualmente, é fantástico. Tenho acompanhado os jogos aqui no Brasil, ainda não perdeu. Para uma trajetória para o título está bastante bem encaminhado. Ainda faltam muitos jogos, o Sporting não pode dormir. Cada jogo é uma final e têm de lutar por cada três pontos para manter essa vantagem confortável porque com dois ou três jogos, a vantagem vai-se. Não podem achar que já são campeões”, referiu, dando a sua opinião sobre a eventualidade da conquista.

“É um ano fantástico para o Clube, sobretudo se voltar a ser campeão tanto tempo depois. O torcedor do Sporting não merece tanto tempo sem ser campeão. Um Clube grande não pode ficar tanto tempo sem dar títulos”.

Sobre o facto de ter representado os dois emblemas, o ex-jogador profissional diz não ter sentido qualquer diferente entre ambos: “Tive a oportunidade de jogar em ambos, são dois grandes clubes da Europa e até do mundo. Todos os anos lutam para serem campeões”.

“Estarei torcendo aqui pelo campeonato”

Enquanto recordava esses momentos, o brasileiro recordou a altura dos festejos pelo Sporting: “O título pelo Sporting, depois de 18 anos sem o conquistar, foi fantástico. Foi uma festa de Vidal Pinheiro até Lisboa, ao velhinho Estádio, e depois ao centro da cidade. Foi uma festa maravilhosa, com um sabor especial. O nosso nome fica gravado na história do Sporting”, recordou, antes de falar da lesão que o assolou nessa temporada.

“O momento do título foi o mais importante de todo o grupo. Era algo desejado por todos os jogadores, todos contribuíram para a conquista. Então também fiz de tudo, apesar de ter tido uma lesão grave nesse ano, mas sinto que fiz parte desse título memorável na história do Clube”, disse, antes de deixar uma mensagem aos Sportinguistas.

“Quero mandar um abraço para todos os adeptos Sportinguistas. Tenho tantos amigos do Sporting. Quero dizer que estarei torcendo aqui pelo campeonato. Espero que vença o melhor, mas o Sporting não pode mesmo vacilar”, terminou.

Pode ainda LER AQUI as histórias contadas por Nuno Santos, ex-guarda-redes leonino, neste pré-Clássico do Leonino.

  Comentários