EX SPORTING MARCARAM, MAS MESMO ASSIM NÃO SE LIVRARAM A GOLEADA MONUMENTAL (COM VÍDEO)
Adversários foram superiores durante toda a partida e, logo aos primeiros 15', já venciam por duas bolas a zero
Redação Leonino
Texto
7 de Janeiro 2024, 10:51
Sporting. Adeptos

A seleção da Guiné-Bissau enfrentou uma derrota expressiva neste sábado em Bamako, onde foi goleada por 6-2 pela seleção do Mali, num jogo de preparação para a Taça das Nações Africanas (CAN). Carlos Mané e Mama Baldé, ambos ex-Sporting, jogaram e até marcaram, mas não se livraram da goleada.

Logo nos primeiros 15 minutos da partida, a seleção lusófona já se encontrava em desvantagem de 2-0, devido aos golos do avançado Youssoufou Niakité e do médio Lassana Coulibaly, aos 6 minutos e aos 15′, respetivamente.

A Guiné-Bissau conseguiu reduzir a desvantagem para 2-1 aos 37 minutos, com o avançado Mama Baldé a marcar. Contudo, o Mali restabeleceu a vantagem de dois golos três minutos depois, aos 40′, através do médio Kamony Doumbia, que atua nos franceses do Brest.

Antes do intervalo, a Guiné-Bissau ainda marcou mais um golo, desta vez com Carlos Mané, ex-internacional sub-21 por Portugal e ex-Sporting, que teve só de ter a habilidade de encostar a bola para o fundo das redes, reduzindo para 3-2 aos 42′.

Na segunda parte, o Mali consolidou a sua supremacia ao marcar mais três golos, dois deles pelo médio Dorgeles Nene, ao minuto 68′ e ao minuto 85′, e o outro da autoria de Falaye Sacko, defesa do Montpellier. O resultado ficou assim selado.

A Guiné-Bissau está inserida no Grupo A da CAN, ao lado da anfitriã Costa do Marfim, Nigéria e Guiné Equatorial. A competição, que decorre na Costa do Marfim, terá lugar entre 13 de janeiro e 11 de fevereiro, data da grande final. Além da Guiné-Bissau, mais três seleções lusófonas participam na competição: Cabo Verde e Moçambique no Grupo B, e Angola no Grupo D.

Reveja aqui o golo de Carlos Mané:

Imagem de destaque
  Comentários