"NEM SEQUER VOU JOGAR": VINÍCIUS JR. JÁ REAGIU E SAÍ EM DEFESA DE EX SPORTING VÍTIMA DE RACISMO
Antigo futebolista do Clube de Alvalade foi alvo de insultos racistas e o craque do Real Madrid recorreu às suas redes para se pronunciar sobre o ocorrido
Redação Leonino
Texto
31 de Março 2024, 11:47
Vinicius Jr., Real Madrid, Sporting

Vinícius Jr, jogador do Real Madrid, usou as redes sociais neste domingo, dia 31 de março, para mostrar solidariedade a Marcos Acuña, ex Sporting, e o seu treinador, Quique Flores, que foram alvo de comentários racistas durante o jogo do Sevilla contra o Getafe, onde venceram por uma bola a zero.

“Neste fim de semana nem vou jogar, mas tivemos três casos desprezíveis de racismo só neste sábado em Espanha. Todo o meu apoio ao Acuña e ao técnico Quique Flores, do Sevilla”, escreveu sobre o ex-jogador do Sporting e o antigo treinador do Benfica.

“Para Sarr e Rayo Majadahonda, que sua bravura inspire outros. Os racistas devem ser expostos e os jogos não podem continuar com eles nas bancadas. Só teremos vitória quando os racistas saírem dos estádios direto para a cadeia, lugar que merecem”, acrescentou.

A partida chegou a ser interrompida devido aos insultos, levando Quique Flores a enfatizar o orgulho na sua etnia: “Parece-me aberrante que digam coisas que saiam de qualquer espaço de convivência. Houve adeptos do Getafe que estiveram contra quem nos insultou. Temos de ter memória para levar o futebol para outro sítio”, completou.

Depois da interrupção em campo na partida do Sevilla, relembre-se, as instalações sonoras do Coliseum, estádio do Getafe, soaram avisos relacionados com o sucedido nas bancadas. Dois minutos mais tarde, retomou-se a disputa, sem mais ocorrências até ao apito final. De acordo com o relatório de jogo, ouvia-se gritar “Acuña macaco” e “Acuña vens dos macacos”.

Confira aqui a publicação do jogador do Real Madrid Vinicius Jr.:

Imagem de destaque
  Comentários