SPORTING CP E GUINÉ BISSAU PROCURAM PROTOCOLO DE FORMAÇÃO
Florentino Dias visitou Academia de Alcochete em nome do Governo guineense
Tiago Jesus
Texto
21 de Outubro 2020, 12:33
summary_large_image

Na passada segunda-feira, 19 de outubro, o Secretário de Estado da Juventude e dos Desportos da Guiné Bissau, Florentino Dias, visitou a Academia dos leões, sendo recebido pelo diretor geral Paulo Gomes e por Nelson pereira, diretor da equipa B e da equipa sub-23.

O Secretário de Estado fez-se acompanhar por Rafael Malaca, chefe de gabinete, numa visita com o objetivo de estabelecer um futuro protocolo com os leões, cujo intuito é fazer chegar o conhecimento multidisciplinar da formação do Sporting CP aos treinadores, atletas e clubes da Guiné Bissau. Florentino Dias esteve ainda presente no treino da equipa B, confraternizando com Babacar Fati, Edson Silva, João Ricciuli e Elves Baldé, atletas guineenses.

Florentino Dias começou por explicar o porquê da sua visita. “Estamos aqui para incrementar a nossa relação com Portugal, no geral, e também com os mais variados clubes do país. Em especial, o Sporting CP pelo que representa, sobretudo pela formação. Como todos sabem, muitos jovens guineenses estão a ser acompanhados na Academia Sporting e esses jovens servem bastante não só o país na sua totalidade, mas também as nossas seleções. Estamos com uma reforma em curso com o objetivo de levar os clubes e as federações às escolas para alargar um pouco mais o leque de pessoas jovens que possam ser acompanhadas e torna-se grande profissionais no futuro.”

Falando sobre a propensão dos jovens jogadores, o secretário de Estado considerou que “hoje, as nossas escolas não se apresentam como o sítio ideal para identificar os jovens. Queremos que os clubes vejam a escola como o sítio com o maior agregado populacional desportivo. Isto pressupõe que os clubes se adaptem e que se interessem e pela formação. Os clubes que tenham condições de se alargar a mais modalidades desportivas. Procurar que o Sporting CP tenha uma relação especial com os nossos clubes e possa passar este valor e a sua capacidade de acompanhar e formar o jovem vai permitir que os nossos clubes se adaptem a esta nossa filosofia”, disse aos meios de comunicação do clube.

Referindo-se ao futuro protocolo, Florentino Dias explica que “o Sporting CP apresenta-se disponível para partilhar o seu conhecimento e experiência com os nossos profissionais em Bissau, receber os nossos treinadores na Academia para sessões de formação e destacar quadros do Sporting CP para darem formações localmente. Este segundo ponto, em particular, afigura-se como a possibilidade que nos permite abranger mais pessoas porque esta necessidade não é de alguns clubes apenas, é uma necessidade nacional “.

Falando sobre a ligação entre os leões e os clubes guineenses, refere que “aproveitámos esta visita para reforçar um pouco a relação que existe entre os nossos clubes com os emblemas aqui de Portugal. Sabemos que o Sporting CP tem uma relação privilegiada com o Sporting Clube de Bissau e também com o Sporting Clube de Bafatá. Queremos que esta relação seja aprofundada e que esses clubes possam tirar maior proveito da sua ligação com o Sporting CP”, frisou.

Por fim, o político teceu grandes elogios à Academia de Alcochete. “Saio com uma impressão de satisfação. É uma Academia que está em condições de oferecer aos jovens tudo o que eles precisam para serem grandes profissionais. Encontrámos um investimento sério, um espaço que permite a um jovem desenvolver-se de forma integral, ou seja, um jovem que não vai dar valor apenas à parte desportiva, mas também a uma formação como homem. Aqui nada é negligenciado, o jovem tem um acompanhamento global e se, por exemplo, no fim deste percurso não estiver em condições de ser um profissional de futebol, consiga reinserir-se socialmente na vida e continuar a ser útil, à sua família e à sociedade global”, concluiu.

Fotografia de Sporting CP

  Comentários