OITAVA DERROTA POR TRÊS OU MAIS GOLOS
Bayern aplicou os piores resultados aos leões
Redação Leonino
Texto
13 de Dezembro 2019, 12:30

A história recente do Sporting CP nas competições europeias já deu alguns dissabores. No século XXI, e à boleia do playmakerstats, os leões já perderem por oito vezes por uma diferença de três golos, ou mais, nas provas da UEFA – uma vez na Taça UEFA, três na Liga dos Campeões e quatro vezes na Liga Europa.

A primeira derrota desta lista é contra uma equipa turca que era desconhecida dos portugueses e de nome quase impronunciável: Gençlerbirligi. Na primeira mão, um empate a 1 fazia antever uma passagem do Sporting CP, a jogar frente aos seus adeptos. Mas, um final de primeira parte mau, com um golo aos 44 e um auto-golo aos 45, dificultou a tarefa. A segunda parte não começou melhor e, aos 50 minutos, fez-se o 0-3 final.

A temporada de 2008/2009 foi particularmente má neste aspeto. A jogar na Liga dos Campeões, a equipa comandada por Paulo Bento perdeu em casa por 2-5 com o Barcelona e, depois, por 0-5 com o Bayern de Munique, já na fase a eliminar. Na segunda mão, o descalabro ainda foi maior, com uma derrota por 7-1, num total de 12-1 nas duas mãos.

De regresso à segunda competição europeia, mas já com o nome de Liga Europa, no ano de 2012/2013, o Sporting CP perdeu dois jogos da fase de grupos por 3-0, ambos fora, primeiro com o Videoton e depois com o Basileia. Na temporada de 2015/2016, nova derrota por 3-0, desta vez na Albânia, contra o Skenderbeu. Ontem, dia 12, deu-se, então, a oitava derrota por diferença de três golos ou mais, 3-0 na Áustria, num jogo frente ao Lask.

Fotografia do Sporting CP.

  Comentários