HÁ QUEM NÃO TENHA DÚVIDAS SOBRE RECEITA PARA O TÍTULO: “FOI UMA APOSTA PERSPICAZ DO SPORTING”
Antigo treinador falou sobre a dupla do Clube de Alvalade e como foi importante para a conquista do campeonato nacional
Redação Leonino
Texto
27 de Maio 2024, 15:29
Sporting, Adeptos

Já lá vão três anos desde que o Sporting trouxe para Alvalade o trio Costa: Ricardo assumiu o comando técnico e reforçou o plantel leonino com os seus dois filhos, que hoje são duas grandes figuras da equipa e do andebol mundial: Kiko e Martim. João Faria, antigo treinador no Colégio dos Carvalhos, por onde passaram quando tinham entre 11 e 14 anos, em conversa com o jornal Record, recordou os primeiros passos da dupla no mundo do andebol.

“Trabalhei três anos com eles. Nunca estiveram juntos na mesma equipa. Eram muito trabalhadores, humildes e sérios. Era até curioso, com tanto talento que tinham, conseguirem manter os pés no chão. Era um gosto trabalhar com eles”, recorda o ex-técnico do Colégio.

Martim Costa terminou a sua formação no Porto e esteve duas temporadas cedido ao Gaia. Na época 2020/21 integrou a equipa principal dos dragões, no entanto, não foi aposta regular de Magnus Andersson. Já Kiko estreou-se pelo Porto na época 2020/21, porém na segunda metade da temporada fora cedido Avanca, não voltando ao dragão. É de destacar que nessa mesma temporada, os leões pagaram um total de 250 mil euros para os irmãos reforçarem a turma dos verdes e brancos.

Foi no Sporting que a dupla Costa encontrou o espaço ideal para crescer e os minutos que não teriam num Porto dominador em Portugal, com uma equipa mais experiente e a jogar a Liga dos Campeões. “Foi uma aposta perspicaz e agressiva do Sporting, mas não descabida porque sabiam que havia muito talento. Estão a criar algo de muito interessante”, rematou João Faria.

Desta forma, com uma equipa jovem na qual se juntavam outras figuras como Natán Suárez e o atual capitão Salvador Salvador, o Sporting construiu a estrutura ideal do que viria a ser a equipa campeã nacional três anos depois, terminando, assim, com a hegemonia do Porto. No passado dia 25 de maio, os leões levaram a melhor frente aos azuis e brancos (35-33) e conquistaram o desejado campeonato que escapava desde 2018. Kiko apontou 172 golos no campeonato (3.º melhor marcador), Martim alcançou 165 (foi 4.º).

  Comentários