KOBA KOINDREDI, MÉDIO CONTRATADO PELO SPORTING, AINDA NÃO CONVENCEU E REGRESSOU À AMOREIRA
Atleta pedido por Rúben Amorim foi muito acarinhado pelos responsáveis e companheiros do Estoril
Redação Leonino
Texto
15 de Abril 2024, 11:11
Koba Koindredi, Sporting

A presença de Koba Koindredi, médio do Sporting, foi destaque especial nas bancadas do Estádio António Coimbra da Mota, na partida do passado sábado, 13 de abril. No reduto que é casa do Estoril, na Amoreira, o clube pelo qual o atual leão já alinhou perdeu frente ao Braga (1-0).

Koba acabara de somar, no dia anterior, mais 12 minutos em campo com a Listada verde e branca, na goleada em Barcelos frente ao Gil Vicente (4-o), e aproveitou a folga pós jogo para um breve regresso ao emblema onde se estreou em Portugal, tendo sido recebido com carinho, numa tarde entre amigos e antigos colegas.

O único golo da disputa a que Koba assistiu foi de autoria do avançado espanhol Álvaro Djaló (64′). A formação treinada por Rui Duarte venceu, assim, pela margem mínima à de Vasco Seabra. De momento, a equipa que saiu vitoriosa encontra-se empatada com o Porto na terceira posição na Liga Portugal Betclic, com 59 pontos somados em 29 jogos disputados. O Estoril, ex clube de Koba, surge bem mais abaixo na tabela – em 13º, com 29 pontos na mesma quantidade de encontros. O Sporting segue líder, com 74 pontos em apenas 28 confrontos.

Koba Koindredi – avaliado em 800 mil euros – contabilizou, ao todo, 17 jogos oficiais pelo Estoril na corrente época desportiva. O francês que chegou ao Sporting no mercado de inverno soma agora, a serviço dos verdes e brancos, 23 disputas, num total de 1.103 minutos dentro de quatro linhas. O futebolista chegou a Portugal o verão passado, proveniente do Valência, para ganhar experiência, uma vez que estava sem espaço na Liga espanhola.

Rúben Amorim acabou por gostar do que viu e pediu a contratação do jogador, que custou aos cofres leoninos 4,25 milhões de euros – valor que pode chegar aos seis milhões, mediante o cumprimento de objetivos (1,75 milhões). A essa quantia, há ainda a acrescentar 75 mil euros referentes à comissão de manutenção, com os canarinhos a ficarem com “20% de uma mais-valia”.

  Comentários