TREINADOR DO SPORTING ARRASA ARBITRAGEM NO DÉRBI FRENTE AO BENFICA: "QUERO VER CADA UM DOS LANCES"
Líder dos verdes e brancos não esteve com meias palavras no final do encontro diante dos encarnados
Redação Leonino
Texto
12 de Fevereiro 2024, 14:10
Sporting, Benfica, Adeptos

O hóquei em patins do Sporting foi goleado, no passado domingo, na deslocação ao reduto do Benfica, por 6-1. No final da partida, o técnico dos leões arrasou a atuação da equipa de arbitragem, considerando que a mesma sentenciou a partida ainda nos primeiros 25 minutos.

“O Sporting apresentou-se aqui muito bem e bem diferente de quinta-feira e começaram os cartões azuis. Depois disso, acabou o encontro. Na segunda parte, eles estiveram bem no controlo da vantagem e estivemos bem. Não há muito mais a resumir do jogo. Custa-me encontrar aspetos táticos para fazer uma análise melhor. É difícil fazer uma análise técnica quando a bola parada define o jogo”, atirou Alejandro Domínguez, treinador do Sporting.

“Os cartões azuis acabaram por sentenciar. Foram quatro só na primeira parte. Quero ver cada um dos lances. Na quinta-feira, tivemos uma arbitragem europeia super diferente desta. Não vou julgar se foram arbitragens justas ou não, mas houve imensos contactos e bloqueios dos dois lados, não foi só de um”, referiu o técnico do Sporting.

“Na quinta-feira não fomos nós. Competimos, mas não foi com o nosso ADN. Não fomos verticais, não atacámos tanto no um contra um, fomos mais conservadores. Hoje jogámos com o nosso ADN, muito mais altos, agressivos e directos. Estivemos bem até… [aos cartões azuis]. Saímos daqui com uma derrota dolorosa, mas temos mais oito pontos do que o Benfica. Está nas nossas mãos ganhar ao Reus Deportiu em casa e qualificarmo-nos para os quartos-de-final da WSE Champions League, afirmou o líder do Sporting.

“Há que ter tranquilidade. Há coisas que se podem treinar, outras não. O rival também esteve bem, tem um nível defensivo muito alto e temos de os estudar bem porque os vamos encontrar novamente”, finalizou Alejandro Domínguez.

  Comentários