Corner Left

Receba, em primeira mão, as principais notícias do Leonino no seu WhatsApp!

WhatsApp Seguir

Futebol

BASTIDORES DO TÍTULO DE 2000 CONTADOS PELO ‘CABELEIREIRO’ E ‘DJ’

Nuno Santos, ex-guarda-redes em Alvalade, recordou o dia em que a pendura tirou a camisola para mostrar o peito aos jogadores e como o ´Grande’ (Schmeichel) se impunha a todos. Exclusivo Leonino

Leonino - Onde o Sporting é notícia
Leonino - Onde o Sporting é notícia

  |

Icon Comentário0

O Leonino esteve à conversa com Nuno Santos, ex-guarda-redes do Sporting, que fazia parte do plantel verde e branco na época do mítico campeonato de 1999/2000. O guardião lembrou os momentos mais importantes e que, na sua opinião, levaram os leões ao título. A palavra de ordem foi apenas uma: união. 

“Um dos grandes segredos foi essa união e todas as coisas que fazíamos em segredo dos deuses”

“Relembro-que que tínhamos uma união enorme. Os jogos eram ao domingo e nós, à sexta-feira, fazíamos os banhos e massagens. O ‘manca’, o Paulinho, ia buscar as chamuças com as cervejas e nós íamos para os banhos de imersão ali a confraternizar. Pode não parecer, mas esses momentos também faziam com que nos uníssemos cada vez mais e com que o grupo se conhecesse cada vez melhor. Um dos grandes segredos foi essa união e todas as coisas que fazíamos em segredo dos deuses. Era algo como se estivesse no nosso regulamente interno, todos os jogadores tinham de estar presentes para perceberem um bocado a mística de uma equipa campeã”, começou por explicar, contando, de seguida, alguns episódios que ainda hoje lhe enchem a memória.


“A história mais marcante, nesse ano, foi seguramente quando estávamos a sair de Vidal Pinheiro, onde tínhamos imensas pessoas no meio da estrada. Lembro-me de um episódio em particular, em que estava um casal numa mota, enquanto víamos do autocarro, e a rapariga, que vinha à pendura, tira a camisola para mostrar os peitos ao pessoal do Sporting (risos). Lembro-me porque ela tinha lá escrito o número de telemóvel, e começámos todos a rir no autocarro, porque não era uma situação normal”, recordou, lembrando ainda a chegada ao velhinho Alvalade.

“Depois, quando chegámos ao Estádio, uns foram para a Praça do Comércio, outros para o Estádio onde estavam 70 mil pessoas. Lembro-me de lá estar o Jorge Gabriel, que era o speaker da altura, a pedir aos adeptos para terem calma e não invadirem o campo, porque os jogadores iam entrar, para tudo ser pacífico. O Schmeichel foi o primeiro a entrar, depois fui eu e lembro-me de começar a ouvir um assobio descomunal e pensar: “Mas o que é isto?”. Tinha sido a bancada a ceder, a festa acabou logo aí e os adeptos invadiram o campo, retiraram bocados do relvado, redes das balizas, tudo”, relembrou. 


“Treinar com o Schmeichel é algo que marca para o resto da vida”

Nuno Santos não poderia deixar de recordar alguém muito importante para o seu percurso: Peter Schmeichel. “Fiz a pré-época, nesse ano, com o Nelson e o Schmeichel. No primeiro dia, o de apresentação, fui logo ter com ele, para lhe dizer que era um enorme gosto poder aprender com ele, com o melhor do mundo. Lembro-me de algumas situações do balneário, porque eu era dos que estava há mais tempo no Clube, mas também o ‘cabeleireiro’ do pessoal todo, além do DJ de Kizomba para alegrar a equipa”, explicou, antes de passar às histórias com o ‘Grande’, como lhe chama.

“Treinar com o Schmeichel é algo que marca para o resto da vida. Era praticamente o braço direito dele, porque era eu quem lhe traduzia as coisas, porque era quem falava inglês fluente. Acima de tudo, aprendi imenso, é uma pessoa muito aberta, muito dedicada ao trabalho, bastante rigoroso e fez-me entender que, na vida, as coisas custam imenso e só com trabalho lá chegamos”, sublinhou.

Ao contrário do que muitos possam pensar, devido à sua postura ameaçadora entre os postes, também Schmeichel era o entusiasta de muitos episódios caricatos entre o grupo.

“Com o ‘Grande’ tive vários episódios. No dia em fomos campeões e estávamos a festejar no Estádio, só me lembro dele a afastar tudo e todos por causa dos filhos, com os adeptos a tombarem no chão”, contou, falando também dos seus momentos mais característicos antes de cada encontro.

“Antes dos jogos, os jogadores criavam aquela rodinha com ele todo nu, porque ainda não estava equipado e ouvíamos o Inácio a dizer: “Peter, então? Despacha-te”, e ele só respondia: “Calma, já viste algum jogo começar sem guarda-redes?”. A verdade é que o grito dele fazia tremer, mas motivava muito, já sabíamos que eram momentos que aconteciam todos os jogos”, recordou.

“Éramos apertados por todo o lado”

Além disso, Nuno Santos partilhou as suas experiências no que toca a clássicos, de forma a antever aquele que o Sporting enfrenta já este sábado, referindo que, atualmente, as coisas mudaram bastante.

“Os clássicos, antigamente, eram muito diferentes do que são agora. Lembro-me de jogarmos nas Antas e estar no autocarro, até perto da hora do jogo… era um inferno. Éramos apertados por todo o lado, porque era algo que fazia parte do ADN do Porto. Era uma forma de nos melindrarem para entrarmos dentro de campo com medo, porque também acontecia no túnel. Hoje em dia já não, mas claro que são jogos com muita responsabilidade e que fazem com que os verdadeiros homens apareçam e consigam sobressair”, relembrou.

“Chegou a vez destes jovens darem uma alegria aos mais ‘cotas’”

Sobre este sábado, o ex-leão foi claro: “O título está encaminhado, mas não garantido”.

“Certamente o Sporting vai dar uma boa resposta, num clássico que poderá decidir muita coisa. Têm estado muitíssimo bem, com os pés bem assentes na terra, com um treinador que sabe aquilo que quer e é o melhor para o Clube, que está a viver um momento único, muito à custa dos jovens jogadores que estão a despontar, que sentem o símbolo. É dar continuidade, serem humildades como têm sido até agora e certamente que vão deixar a sua marca no Clube, tal como nós deixámos em 1999/200. Chegou a vez destes jovens darem uma alegria aos mais ‘cotas’, pois quem é do Sporting já sofre há bastante tempo. O título está encaminhado, mas não garantido. Os jogos só acabam quando o árbitro apita, nunca vi uma equipa ganhar antes de ele ser jogado, portanto, é continuar a fazer o seu trabalhinho”, terminou.

Começa assim o nosso pré-Clássico em no Leonino, no qual também realizámos uma entrevista com Edmílson Pimenta (VER AQUI).

Futebol

GONÇALO INÁCIO FOI CHAMADO DE EMERGÊNCIA E PORTUGAL VENCE REPÚBLICA CHECA NO EURO 2024

Central do Sporting entrou em campo com resultado favorável ao adversário e comandados de Roberto Martínez alcançam vitória suada

Gonçalo Inácio entrou em campo com resultado favorável à República Checa e Portugal de Roberto Martínez alcança vitória suada
Gonçalo Inácio entrou em campo com resultado favorável à República Checa e Portugal de Roberto Martínez alcança vitória suada

  |

Icon Comentário0

Portugal venceu a República Checa, por 2-1, e entrou da melhor forma no Campeonato da Europa. Gonçalo Inácio, central do Sporting, foi suplente, mas Roberto Martínez acabou por lançar o 'camisola 25' de Rúben Amorim, com um resultado desfavorável no marcador, para dar uma maior dinâmica à construção a partir de trás no corredor esquerdo.

Numa primeira parte totalmente dominada por Portugal, foram algumas as oportunidades desperdiçadas pela armada lusa. Rafael Leão teve rasgos individuais, mas acabaram por ser insuficientes perante o bloco baixo do adversário. Cristiano Ronaldo mostrou-se inconformado e esteve nas melhores oportunidades: um passe de calcanhar a lançar Vitinha e um remate de pé esquerdo, já perto dos 45’. Ao intervalo, o marcador registava o nulo.


No segundo tempo, foi praticamente mais do mesmo. Os checos 'estacionaram o autocarro' e foram evitando o golo português. Lukas Provod, médio do Slavia de Praga, acabaria mesmo por gelar a Red Bull Arena, com um remate em jeito de fora de área, não dando qualquer hipótese a Diogo Costa e abrindo o marcador aos 62'. Aos 69', numa infelicidade, Robin Hranac colocou a bola na própria baliza e devolveu a igualdade ao placard. Quando tudo parecia perdido, Francisco Conceição fez o golo da vitória, já depois dos 90 minutos.


Com esta vitória - Portugal estreia-se no Campeonato da Europa com um triunfo bastante suado, num jogo em que Cristiano Ronaldo e companhia tiveram oportunidades suficientes para chegar a números de goleada. Desta forma, a equipa das quinas lidera o grupo, com três pontos, em igualdade pontual com a Turquia, que bateu a Geórgia, por 3-1.

Portugal vai agora recarregar baterias para o próximo embate na competição. Os comandados de Roberto Martínez enfrentam as turcos, que entraram na prova com o pé direito. O duelo está marcado para o próximo sábado, dia 22 de junho e tem pontapé de saída agendado para as 17h00, no Signal Iduna Park, estádio do Borussia Dortmund.



Futebol

QUEREM VER… MÁRIO RUI FOI APONTADO A OUTROS DESTINOS E PODE ACABAR A SER REFORÇO DO SPORTING

Internacional português foi colocado no mercado de transferências pelo Nápoles e já começou a 'agitar águas'

Mário Rui foi colocado na rota do Sporting, mas só termina contrato em 2026
Mário Rui foi colocado na rota do Sporting, mas só termina contrato em 2026

  |

Icon Comentário0

O nome de Mário Rui está a ser novamente associado ao Sporting. Apesar de os rumores serem mais fortes no que toca à contratação do internacional português por parte do Benfica, o jogador do Nápoles continua a ser colocado na mira dos verdes e brancos para integrar o plantel de Rúben Amorim na próxima época.

Na realidade, recentemente, também a imprensa transalpina já havia dado conta do interesse do Clube de Alvalade na contratação do lateral, colocando, além do emblema liderado por Frederico Varandas, Benfica e Porto entre aqueles que estavam atentos a eventuais negociações do jogador, que ainda tem contrato com os italianos até 2026, mas terá sido colocado no mercado.


“Os contratos não significam tudo. O Nápoles pediu-me para levar o Mário Rui para outro clube, mas eu podia dizer que ele tem mais dois anos de contrato e que ia ficar. Os contratos são válidos, mas há dinâmicas que podem mudar as coisas”, garantiu Mario Giuffredi, agente do futebolista, no passado dia 31 de maio.


O eventual desejo em Mário Rui surge do facto de o Clube de Alvalade estar na busca de um novo ala esquerdo para a próxima temporada. Tal como noticiou, em Exclusivo, o Leonino, o Sporting pretende reforçar a posição e dar maior profundidade ao plantel de Rúben Amorim.

Em 2023/24, Mário Ruiavaliado em 3,5 milhões de euros – disputou 28 encontros, com a camisola da formação azzurri, tendo feito duas assistências, ao longo dos 1.562 minutos em que esteve em campo. Esta foi a sua sétima e última temporada no Nápoles, clube ao qual chegou, em 2017/18, por empréstimo da Roma, tendo assinado na época seguinte, de forma definitiva, a troco de uma verba de 5,75M.



Futebol

MANUEL MOURA DOS SANTOS DESTACA SUPERIORIDADE DO SPORTING E DEIXA BENFICA E PORTO ‘A CHORAR’

Conhecido adepto dos leões fez balanço do mercado verde e branco e ficou satisfeito com o que observou

Conhecido adepto do Sporting arrasa Benfica e Porto
Conhecido adepto do Sporting arrasa Benfica e Porto

  |

Icon Comentário0

Manuel Moura dos Santos, na sua coluna de opinião no diário desportivo O Jogo, fez um balanço da preparação do Sporting para a próxima época, comparando a mesma com os restantes clubes portugueses, que, ao contrário dos leões, não estão de todo encaminhados.

“Tudo indica que o Sporting já assegurou a contratação de dois jogadores para a próxima época. Vladan Kovacevic, guarda-redes bósnio, ex-Raków, da Polónia, e Zeno Debast, defesa-central belga, ex-Anderlecht. Kovacevic tem 26 anos, e experiência q.b.. Debast é um jovem central de 20 anos, internacional belga, e titular do Anderlecht”, começou por dizer, no jornal O Jogo.


“A contratação de Kovacevic corresponde a uma necessidade imediata de ter no plantel um guarda-redes experiente, após a saída de António Adán. Não sendo uma contratação sonante, parto de princípio que o scouting do Sporting fez as observações necessárias para Rúben Amorim dar o seu aval à inclusão deste jogador no plantel da próxima época”, acrescentou.


“Quanto a Debast, a sua contratação só se entende como prevenção à saída de um dos centrais titulares. Tanto Diomande como Gonçalo Inácio têm sido frequentemente referidos como, um deles, podendo sair do Sporting. Com a saída de Luís Neto e o provável empréstimo de Rafael Pontelo, era necessário contratar um jogador promissor, já com alguma experiência de futebol sénior. (...) Um Sporting em paz e estabilizado contrasta com Benfica e Porto que atravessam momentos difíceis”, completou ainda.

O conhecido adepto dos leões debruçou-se ainda sobre o Campeonato da Europa, no qual a Seleção Nacional de estreará hoje às 20h00: “Portugal tem que ser mais eficaz na concretização das oportunidades de golo que cria. O desperdício é evidente, e poderá ser fatal contra equipas deste nível. A sorte que nos acompanhou em 2016 não me parece que seja repetível. O primeiro jogo será com a Chéquia que, não sendo um ‘papão’, é sempre uma equipa competitiva e difícil de bater. Vamos lá ‘rebentar com eles’, concluiu.



envelope SUBSCREVER NEWSLETTER


"NÃO NEGOCEIAM POR MENOS DE 30 MILHÕES": SPORTING 'ENTALADO' E VARANDAS PREPARA LIVRO DE CHEQUES
Futebol

"NÃO NEGOCEIAM POR MENOS DE 30 MILHÕES": SPORTING 'ENTALADO' E VARANDAS PREPARA LIVRO DE CHEQUES

 

Icon Comentário0
INÁCIO MAIS PERTO DE FICAR NO SPORTING E BEM PODE AGRADECER A JARRAD BRANTHWAITE
Futebol

INÁCIO MAIS PERTO DE FICAR NO SPORTING E BEM PODE AGRADECER A JARRAD BRANTHWAITE

 

Icon Comentário0
DIOMANDE TOMA DECISÃO DRÁSTICA QUE O AFASTA… DO SPORTING
Futebol

DIOMANDE TOMA DECISÃO DRÁSTICA QUE O AFASTA… DO SPORTING

 

Icon Comentário0